sexta-feira, 27 de junho de 2014

Lula entra em campanha pelo plebiscito da reforma política: 'Cada vez mais necessária'


 REFORMA POLÍTICA

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) divulgou vídeo na tarde de hoje (25) no portal do Instituto Lula em que convoca a militância petista a aderir à campanha pela reforma política e colher assinaturas para que um projeto de lei de iniciativa popular seja acatado pelo Congresso. O partido lançou ainda página especial em seu site em que apresenta os pontos que defende para a reforma política, como o financiamento público de campanha, o voto em lista e a paridade de homens e mulheres no Legislativo, entre outros. (...)

-CLIQUE AQUI  para continuar lendo.

3 comentários:

PAPUDA NEWS disse...

É verdade!

Os jornais hoje são só má notícias na área econômica. O índice de confiança do comércio desabou. A arrecadação de impostos caiu quase 6% em relação a maio do ano passado. O Banco Central baixou a perspectiva de crescimento do PIB para míseros 1,6%. Conselheiros da Petrobras querem ir à Justiça contestando decisões de Dilma contra os acionistas minoritários. Nada disso importa quando o único objetivo é a reeleição. Está na agenda presidencial que Dilma decolou às 08h00 para Salvador, Bahia. Às 10h00 começou a convenção estadual do PT. E lá está. Às 14h00 ela chega e já vai direto para a Convenção do PCdoB, que será realizada às 16h00. Toda a agenda às expensas do Tesouro Nacional, em flagrante crime eleitoral. Depois da intensa agenda, fim de expediente. E o Brasil que se exploda.

zealfredo disse...

Papuda News é bom!
A economia dos Estados Unidos se contraiu em mais de 2%, Vai ver a culpa é da Dilma.
O índice de confiança caiu, mas veja só, quando os juros brasileiros chegaram a ficar próximos de juros de países normais, os empresários do país, em lugar de investir em produção ficaram revoltados com a diminuição dos ganhos financeiros.
Por fim, é bom lembrar que não o PT nem Dilma quem inventou a reeleição no Brasil, o que faz com que o estadista vire eterno candidato em campanha.

Anônimo disse...

A culpa é do FHC e da Yeda!