segunda-feira, 16 de março de 2015

Milhares tomam as ruas de Porto Alegre contra Dilma e o PT

Bandeiras do Brasil e camisetas da seleção brasileira ou nas cores verde e amarela, cornetas e bonés divertidos. Três trios elétricos tocavam do rock ao samba e as crianças eram levadas pela mão vestidas e pintadas nas cores do Brasil. Esse era o clima de quem descia a Independência em direção ao Parque Moinhos de Vento (Parcão), alguns com a cerveja na mão, neste domingo (15), mas não era para fazer o Caminho do Gol. Cerca de 100 mil pessoas, segundo estimativa da Brigada Militar, foram às ruas contra o governo de Dilma Rousseff (PT), que acreditam ser o principal motivo de corrupção no país.
“Fora PT”, “Fora Dilma” foram as principais palavras de ordem que moviam os milhares de gaúchos pela Avenida Goethe. O protesto saiu às 15 horas em direção ao Parque Farroupilha (Redenção). Os organizadores do Movimento Brasil Livre se revezavam nos trios elétricos para dar conta de incentivar a marcha pelo ‘fim da corrupção’ e contra ‘a ditadura bolivariana’.
“Eles dizem que somos golpistas e queremos a ditadura. Aqui ninguém quer a ditadura, queremos a liberdade da ditadura que oprime os venezuelanos, argentinos e cubanos”, diziam de cima dos trios. Um deles levava a faixa “Sem bolivarianismo, nem militarismo”.

Continue lendo no Sul21

3 comentários:

zealfredo disse...

Em São Paulo a manifestação foi maior.
Michel Temer presidente do Brasil? Ou talvez Eduardo Cunha, ou Renan Calheiros, os seguintes na sucessão?

Anônimo disse...

Quanta asneira junta...100.000 em Porto Alegre....é muita burrice...se tinha 30.000 é muito....parem de dar voz aos coxinhas da imprensa ( Rede Baixos Salários).

zealfredo disse...

Alô, "PAPUDA NEWS": você pode colocar comentários, mas palavras como pilantra, ladrão e vagabundo não pode.