sábado, 2 de maio de 2015

Diminuir ou aumentar a idade penal?

Brasileiro só conta a parte que lhe interessa. É uma generalização. Certamente indevida. É bastante provável que todo mundo faça isso. Brasileiros, com certeza, fazem. Especialmente os conservadores. Gostam de dizer que o Brasil tem a maior carga de impostos do mundo. Sabem que não é verdade. Uma maneira de medir o peso dessa carga é dividir o bolo pago pela população do país. Per capita, o Brasil é trigésimo. Aí vem a segunda parte, sempre guardada só para o caso de um aperto: o retorno é baixo. Não se resolve cortando, mas cobrando. Brasileiro é contra regulação da mídia. Não conta que essa regulação existe nos Estados Unidos desde 1934. Brasileiro contesta as “esmolas” do bolsa-família. Não conta que mecanismos de ajuda social existem na maioria dos países europeus.
Brasileiros querem aumentar a idade penal para colocar menores de 18 anos em prisões de adultos. Uma reportagem de André Monteiro, na Folha de S. Paulo, mostra que nos Estados Unidos há uma tendência oposta: aumentar a idade penal de 16 ou 17 anos para 18. Cada Estado norte-americano regulamenta essa questão com autonomia. Diz o texto: “No Texas, segundo Estado mais populoso e um dos mais conservadores dos Estados Unidos, três projetos de lei em tramitação pretendem elevar de 17 para 18 anos a idade para alguém ser julgado pela Justiça comum”. O que está acontecendo? Perderam a noção do perigo? Querem passar a mão na cabeça de bandidos imberbes? Enlouqueceram?

Um comentário:

zealfredo disse...

Estados dos Estados Unidos pensam em AUMENTAR maioridade penal.