sábado, 13 de junho de 2015

Alemanha arquiva investigação sobre supostas escutas dos EUA

A procuradoria federal alemã anunciou nesta sexta-feira que investigação sobre a suposta espionagem da Agência Nacional de Segurança americana (NSA) a um telefone celular da chanceler Angela Merkel será arquivada. "O procurador-geral federal encerrou a investigação sobre as suspeitas de espionagem ao celular utilizado pela chanceler por parte dos serviços de inteligência" americanos, porque as acusações "não podem ser provadas legalmente no âmbito do direito penal", afirmou um comunicado da procuradoria de Karlsruhe (sudoeste).

A justiça alemã havia anunciado o início de uma investigação "contra pessoas desconhecidas", ou seja, sem identificar um suposto responsável, por atos de espionagem e atividades em favor de um serviço de inteligência estrangeiro.


Leia mais no Correio do Povo

Um comentário:

zealfredo disse...

O parágrafo que fecha o texto:

"Neste ano, no entanto, os meios de comunicação trouxeram à tona evidências de que a Alemanha não seria simplesmente uma vítima, mas que seu próprio serviço de inteligência, o BND, teria ajudado a NSA a espionar outros, entre eles o governo francês, a Comissão Europeia e o grupo Airbus."