sábado, 14 de novembro de 2015

Exclusivo: Alckmin nomeia para Comissão de Ética secretário envolvido em escândalo dos trens em SP

Geraldo Alckmin acaba de nomear para a Comissão de Ética de seu governo um homem acusado de intermediar doações eleitorais no caso do trensalão tucano. Seu nome é Marcos Penido.
Segundo o Portal da Transparência, a comissão “tem por finalidade promover a ética pública, orientando a Administração quanto à observância de parâmetros ético-jurídicos, e respeito aos princípios constitucionais, em especial à moralidade administrativa.”
Penido acumulará a função com a de secretário da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), cargo que assumiu em março.
Em 2014, um email descoberto pela Polícia Federal dava conta de que ele teria operado para o PSDB nas eleições de três anos atrás. Penido conseguiu dinheiro através da Tejofran, empresa acusada de integrar o cartel dos trens em São Paulo, que fraudou licitações entre 1998 e 2008.

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo

Um comentário:

zealfredo disse...

A impressão que dá é que PSDB é tão ou mais corrupto que o PT, mas policiais, procuradores e juízes só tem olhos para o PT. Partido totalmente alinhado com as elites econômicas do país é outra coisa!