quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Por que a Apple fabrica produtos longe dos EUA?


Não são apenas os custos menores de mão de obra que estão por trás da decisão da Apple de fabricar a maior parte dos seus produtos fora dos Estados Unidos, de acordo com uma nova reportagem do New York Times.
Publicado no final de semana, o artigo do jornal americano joga um pouco de luz sobre a decisão da marca de usar fábricas em outros países em vez de locais nos EUA – um questionamento que o presidente do país Barack Obama já chegou até a fazer ao ex-CEO da empresa, Steve Jobs.
Segundo o jornal, não seriam apenas os custos menores, mas uma crença de que a fabricação em indústrias da Ásia e da Europa (o Brasil deve receber uma fábrica de iPads e iPhones em breve, por meio da Foxconn) oferece melhor escala e flexibilidade, assim como acesso a mais trabalhadores hábeis e aplicados, indisponíveis nos EUA.
Apesar de a Apple não ter participado de forma oficial da reportagem – a empresa não quis comentar o assunto – há muitas informações obtidas junto a atuais e antigos funcionários da fabricante. 

Confira no Computer World

Um comentário:

zealfredo disse...

É a desindustrialização afetando mesmo os Estados Unidos.