sábado, 31 de outubro de 2015

Com queda no preço do petróleo, Shell registra maior prejuízo em 16 anos

A Royal Dutch Shell, maior grupo do setor de energia da Europa, reportou seu prejuízo líquido mais elevado em pelo menos 16 anos, após abandonar alguns projetos e reduzir suas expectativas para o preço do petróleo, o que provocou uma perda de quase US$ 8 bilhões.
O prejuízo ressalta os problemas que as empresas de petróleo e gás estão enfrentando devido à queda nos preços, que as força a realizar o maior aperto de cinto em uma geração. O grupo petrolífero italiano Eni SpA também entrou em prejuízo no terceiro trimestre, e a BP  e a Total  registraram quedas nos lucros.

Continue lendo no UOL Economia

Um comentário:

zealfredo disse...

Shell também dá prejuízo. Empresa privada também dá prejuízo.