segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Ex-atirador dos EUA diz que matou 255 pessoas no Iraque e não se arrepende




Uma biografia lançada recentemente nos Estados Unidos narra com detalhes a vida de um atirador de elite norte-americano reformado, Chris Kyle, que afirma ter matado 255 pessoas no Iraque. Em suas declarações no livro American Sniper (Atirador de elite americano, em tradução literal), Kyle diz não se arrepender em nenhum momento pelo que fez no país árabe.




Leia mais no Opera Mundi

Um comentário: