quarta-feira, 3 de julho de 2013

Assassino confesso de Dorothy Stang é libertado após oito anos de prisão

Rayfran das Neves Sales, assassino confesso da missionária norte-americana naturalizada brasileira Dorothy Stang, em 2005, foi libertado nesta terça-feira (2) do Centro de Progressão Penitenciária de Belém. A informação é do advogado de defesa do acusado, Raimundo Cavalcante.


Confira no UOL Notícias

Um comentário:

Eugenio Hansen, OFS . disse...

Paz e bem!
.
A condenação foi de 27 anos,
a progressão é prevista em lei,
não é privilégio deste ou daquele.
.
Temos que nos indignar
é com os que conseguem fugir à Justiça --
comprando-a ou comprando os carcereiros.
.
No caso particular do Rayfran,
temos de rezar por sua conversão,
que não volte a matar
e que seja um exemplo positivo
de resocialização de expresidiários.