terça-feira, 22 de novembro de 2011

Premiê Elio di Rupo apresenta renúncia e agrava crise política na Bélgica


O premiê belga Elio di Rupo, que recebeu a tarefa de formar um novo governo na Bélgica, apresentou nesta segunda-feira sua renúncia ao rei Alberto II, agravandoainda mais a crise políica que paralisa o país. O monarca, no entanto, ainda não se decidiu sobre a saída do líder socialista, e pediu que os partidos locais reflitam sobre a gravidade da situação no país.
 
Di Rupo apresentou sua renúncia após informar ao monarca sobre o "bloqueio das negociações orçamentárias, sociais e econômicas que deviam levar à formação de um novo governo", informou o Palácio de Laeken em nota oficial
 
O rei da Bélgica, no entanto, ainda não declarou se aceita ou não o pedido, acrescenta o comunicado. O monarca ressalta a "gravidade da situação atual" e lembra que prazos impostos pela União Europeia para a redução do déficit público exigem uma solução rápida para a crise política.


Confira mais no Opera Mundi

Um comentário:

zealfredo disse...

Faz tempo que a Bélgica passa uma crise de governo...