segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Mídia e metrô tucano: como servir a Deus sem trair o Diabo?

Nunca a sorte política do PSDB – seus caciques e derivados— dependeu tanto da indulgência da mídia conservadora como agora.

E nunca como agora esse centurião de todas as horas esteve tão frágil para ajudá-los.

A sobrevivência mesmo esfarrapada do PSDB depende dramaticamente da decisão em torno da qual orbitam há dias os proprietários, editorialistas, colunistas, pauteiros e mancheteiros do dispositivo midiático conservador.

Aliviar ou não para um PSDB mergulhado até o nariz no conluio com oligopólios e corrupção no caso das licitações para compra de vagões do metrô, em São Paulo?

A hesitação no ar é tão densa que dá para cortar com uma faca.

Jorros de ambiguidade escorrem dos veículos impressos no café da manhã.


Vejam mais no BLOG DAS FRASES-CARTA MAIOR

Um comentário:

zealfredo disse...

Interessante.
O blog original possui reprodução de reportagem da Folha de São Paulo, de 2010, onde a Folha apontava irregularidades numa licitação de metrô.
Seria o caso de enviar para a Sra. Suzana Singer, ombudsman do jornal, para ver o que ela tem a dizer...