quarta-feira, 16 de novembro de 2011

MEC apura denúncias contra reitor da Universidade Federal de Rondônia

Uma comissão de sindicância do Ministério da Educação começa a apurar, a partir desta quinta-feira (17), em Porto Velho (RO), as denúncias de irregularidades administrativas que pesam contra o reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Januário Amaral.
A sindicância foi determinada pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, depois que  professores e estudantes montaram um dossiê de 1,5 mil páginas acusando a reitoria de corrupção e improbidade administrativa.
Professores e estudantes da Unir estão em greve há mais de dois meses exigindo o afastamento de Januário Amaral da reitoria. No começo de outubro, os estudantes decidiram  radicalizar com a ocupação do prédio da reitoria, que já dura mais de 40 dias.


Continue lendo no Blog da Amazônia

Um comentário:

zealfredo disse...

Estamos acompanhando...