sexta-feira, 12 de julho de 2013

Espionagem da CIA, FBI, DEA, NSA… E o silêncio no Brasil

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso diz que "nunca soube de espionagem da CIA" no Brasil. O governo atual cobra explicações dos Estados Unidos, e a presidente Dilma trata do assunto com a cúpula do Mercosul, no Uruguai, nesta quinta-feira (11). O Congresso Nacional envia protesto formal ao governo de Barack Obama.
 
Vamos aos fatos. Entre março de 1999 e abril de 2004, publiquei 15 longas e detalhadas reportagens na revista CartaCapital. Documentos, nomes, endereços, histórias provavam como os Estados Unidos espionavam o Brasil.


Confira o Blog do Bob Fernandes

2 comentários:

Anônimo disse...

O Tio Sam deve ter interpretado como uma verdadeira piada a declaração da Presidenta Dilma da Silva, na festinha de cúpula do Mercosul, em Montevideo, no Uruguai, cobrando explicações oficiais dos EUA sobre as denúncias do jornal O Globo, atribuídas ao ex-espião Edward Snowden, de que o Brasil e suas autoridades eram monitorados pelo sistema de espionagem norte-americano:

“É necessário que haja uma discussão a respeito da segurança, defendo com unhas e dentes as redes sociais como maiores conquistas para a liberdade, livre manifestação e democratização. Agora é fundamental que isso não signifique invasão da privacidade por parte do Estado. O Estado não pode ser o Grande Olho, o Grande Irmão, aquele que sabe tudo das pessoas, e inibe as pessoas”.

Tio Sam deve ter achado graça justamente porque este modelo de Estado BBB é o sonho de consumo da petralhada autoritária...

zealfredo disse...

Pode até ter sido sonho da petralhada, mas quem implementou foi o império. Com a colaboração de suas grandes corporações de mídia e informática, que têm a si mesmas como "livres". Que irônico, não?
Enquanto isso a tucanalha, os liberalóides de todos os matizes, os criptofascista e os fascistas descarados estão loucos para também colaborar.