sábado, 7 de março de 2015

Aécio e Lindberg: dois pesos diferentes de Rodrigo Janot

O Procurador Geral da República Rodrigo Janot ficou de entregar a lista dos políticos ao STF (Supremo Tribunal Federal) às 8 da manhã de quinta-feira. A lista só chegou no final da noite, entregue por um subprocurador.
O Ministro Teori Zavaski tinha certeza que, dentre os nomes, estava o do senador Aécio Neves. Espantou-se quando constatou que ficara de fora. A rádio corredor do STF sustenta que a decisão de deixar Aécio de fora foi tomada na noite anterior.
Teori deixou escapar uma opinião: “Não sei se era para Aécio estar ou não na lista. Mas entrou na lista gente com muito menos coisa que ele”.

Confira no Blog do Luís Nassif

3 comentários:

zealfredo disse...

À espera dos trolls...

Luí$ Na$$if da Caixa disse...

Falando em dois pesos diferentes, a lógica do Janota e Petrazcki:

Sobre o Lula:
Alberto Yousseff: Todo mundo no Planalto sabia, inclusive Luís Inácio Lula da Silva.
Janota: Não há indícios contra Lula e não dá para investigar a presidente da República. Ponto Final.

Sobre Anastasia:
Policial: Acho que o Yousseff deu dinheiro pro Anastasia.
Yousseff: É mentira do policial, nunca dei dinheiro pra ele.
Janota: Investigue-se o Anastasia.
Petrazcki: Já abri processo...

zealfredo disse...

A lógica do troll é irretocável!...