quinta-feira, 5 de março de 2015

Blogueira do Brasil Post é ameaçada após publicar texto contra machismo

"Nas últimas semanas, tenho recebido uma série de pacotes pelo correio, de todos os tamanhos e formas, vindos de todo tipo de destinatário, de grandes lojas a vendedores do Mercado Livre. Dentro deles, vêm brinquedos eróticos, esterco, vermes de mosca, livros para emagrecer, camisetas com montagens feitas a partir de fotos minhas, materiais de construção mais um monte de outras coisas que eu nem sei, já que durante um tempo resolvi recusá-los". É desta maneira que começa o texto da blogueira Ana Freitas, que escreve para o Brasil Post. A profissional está sendo ameaçada e perseguida desde que publicou texto sobre machismo e misoginia em espaços na internet dedicados à discussão de cultura pop.

Veiculado em 2 de fevereiro, o texto intitulado "Nerds e machismo: por que mulheres não são bem vindas nos fóruns e chans" falava sobre jovens que não toleram mulheres em espaço de discussões. "Ele (o texto) fala sobre como jovens alinhados com o estereótipo de nerd - socialmente inaptos, naturalmente curiosos - frequentam espaços de discussão na web em que a misoginia e o machismo são flagrantes e que, portanto, podem estar se transformando em máquinas de ódio. Mulheres, nesses espaços, não são sequer toleradas; em alguns casos, são chamadas, como praxe, de 'depósitos', um jeito curto de dizer 'depósito de porra'", contou Ana.


Continue lendo no Comunique-se

Um comentário:

zealfredo disse...

Aguardando o palpite dos trolls...